Nutrição, Saúde

Líbido e o Desempenho Sexual

são valentim

A líbido está ligada à nossa capacidade de motivação e à nossa energia de criação. Logo, se temos uma boa líbido, temos uma boa capacidade de ação e vitalidade. Antes de falarmos sobre as propriedades afrodisíacas, é necessário entender o seu contexto. Denomina-se de afrodisíaco, a qualquer substância no qual se atribuem propriedades estimulantes sexuais. O nome deriva da deusa grega Afrodite, relacionada ao amor e aos relacionamentos.

Também é necessário entender o que é a disfunção sexual, uma vez que está relacionada a uma líbido mais baixa, pelo que existem vários tipos:
• Disfunção do desejo sexual: diminuição do interesse ou desejo sexual
• Disfunção de excitação sexual persistente: excitação genital na ausência de desejo sexual que é espontâneo, intrusivo e indesejado.
• Disfunção orgásmica: a falta, atraso ou intensidade significativamente diminuída da sensação orgástica.
• Aversão sexual: extrema ansiedade e/ou repulsa em resposta à atividade sexual prevista ou tentada.
• Transtorno da excitação sexual em mulheres: presença de disfunção da excitação sexual genital (ausência ou diminuição da excitação genital) e/ou disfunção da excitação sexual subjetiva (ausência ou diminuição das sensações de excitação ou prazer sexual)
• Dispareunia em mulheres: dor que persiste ou reaparece com a tentativa ou com a penetração vaginal completa.
• Vaginismo em mulheres: dificuldade persistente ou recorrente em permitir a penetração vaginal, apesar do desejo de fazê-lo.
• Disfunção erétil em homens: foi definida como a incapacidade de atingir e/ou manter uma ereção peniana suficiente para a atividade sexual.
• Ejaculação precoce em homens: ejaculação antes ou logo após a estimulação sexual, que foi antes do desejado.
• Ejaculação retardada em homens: retardo indesejável em atingir o orgasmo durante a atividade sexual.
• Anejaculação em homens: ausência de ejaculação durante o orgasmo evocado por estimulação sexual.
Posto isto, para melhorar a líbido e o desempenho sexual é necessário haver:
• Equilíbrio hormonal
• Equilíbrio dos neurotransmissores
• Redução da deficiência dos nutrientes
• Equilíbrio do stress e ansiedade
• Melhorar a vasodilatação

Para as mulheres os fatores que interferem na líbido e no orgasmo feminino são:

• Idade
• Escolaridade
• A presença ou não de um parceiro(a) sexual
• Grau de satisfação com a proximidade emocional com o parceiro
• Lubrificação
E para os homens?!
• Alterações nos níveis de vitamina D
• Níveis de testosterona
• Níveis de prolactina
• Marcadores inflamatórios associados com disfunção erétil e a pior satisfação sexual

Por onde devemos começar? Por mudar de estilo de vida! ?

• A obesidade tem uma influência negativa na fertilidade, e o emagrecimento melhora a fertilidade masculina;
• Deficiência de nutrientes;
• Gordura trans, alimentos com alto índice glicémico, uma alimentação rica em hidratos de carbono e a alta ingestão de proteína animal prejudicam a fertilidade;
• O consumo de ómega-3, alimentos com baixo índice glicêmico, uma alimentação baixa em hidratos de carbono, proteínas vegetais e o consumo de antioxidantes melhoram a fertilidade.
• Alguns suplementos chave como: as vitaminas do complexo B, L-arginina (aumenta a vasodilatação, a produção de óxido nítrico e distribuição de neurotransmissores) e vitamina D

Os suplementos que têm maior evidência cientifica é a Maca Peruana (Lepidium meyenii), 3g/dia, atuando na regulação hormonal e no equilíbrio de dopamina e serotonina.

Nutricionista – Dra. Andreia Pais

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *